Comentários em 1 Pedro 1:1-9 – A Dignidade de Deus na Salvação


Versículo 3:

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua grande misericórdia, nos regenerou para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus dentre os mortos”

O louvor a Deus é constantemente exigido ao longo das Escrituras. E devemos fazer isso por diversos motivos: porque Ele é santo, fiel, poderoso, glorioso e reina soberanamente.

Dentre tantos motivos que nos levam à adoração, o fato de Deus mesmo ter providenciado nossa salvação é, por si só, suficiente. Não reside em nós a iniciativa e muito menos o mérito para a salvação. Deus não se baseou em nós, mas em seu amor; não em nossas obras ou habilidades, mas em Jesus. Ainda estaríamos condenados se a nossa salvação dependesse de nós mesmos, por menor que fosse essa dependência.

Foi “segundo sua grande misericórdia” que nos salvou Jesus. Por isso, ele é perfeitamente digno de receber nossas vidas rendidas em glorificação ao seu nome. Ter essa verdade em mente nos desvia do legalismo e da auto justificação. Neles, o crente é levado à errônea ideia de que sua salvação é possível por suas obras, isto é, que ele pode comprar o favor de Deus. Rejeite isso! Todo o Evangelho é o Evangelho da Graça. Do inicio ao fim. Para a Glória de Deus.

É fundamental que você, caro leitor, tenha em mente seu estado anterior para que sua gratidão e louvor tenham vida. Caso contrário, seu culto será frio; sua vida para a glória de Deus, instável; sua santificação, falha e sua devoção improdutiva. Jesus já nos advertiu que “aquele a quem pouco é perdoado, pouco ama” (Lc7:47).

Outro precioso detalhe é que o resultado da obra de Jesus é a nossa regeneração e esta nos conduz a uma viva esperança. O capítulo 3 de João é um solene alerta para a necessidade do novo nascimento. Nada em nós pode contribuir para nossa filiação. Temos de morrer e nascer de novo. E este nascimento é sobrenatural: é do Espírito.

Uma vez que a nossa regeneração é real – preciso ressaltar que ela é obra de Deus, somente, somos preenchidos pela esperança da Glória. O nascido de novo é retratado no Novo Testamento como alguém que espera ansiosamente a manifestação da Glória de Deus. E essa esperança não é incerta, como alguns insinuam. É pela certeza da vinda de Jesus que O esperamos.

Não há nada mais consolador em nossa caminhada por este mundo do que a certeza de que nossos sofrimentos, a injustiça e perseguição que sofremos, o pecado e a dor terão sem fim com a vinda de Jesus. Nesse ponto, o cristianismo se destaca sobre todas as ditas religiões. Estude-as e verás que não se compara ao que nos oferece Jesus. Temos a maior de todas as promessas: Jesus virá buscar um povo lavado e remido por seu sangue e desfrutaremos eternamente de sua presença e glória. Maranata!

Versículo 4

“para uma herança incorruptível, incontaminável e imarcescível, reservada nos céus para vós”

Retemos também a perfeição da obra de Jesus tão claramente descrita nesse verso. Não há resquícios de imperfeição nela. Ela não pode ser misturada ou manchada, perdendo seu real caráter e propósito. A salvação que nos é ofertada não poderia ser diferente de seu bendito Autor.

Ela não é deste mundo, não vem de homens ou de governos; não se concretiza por meio da paz mundial, de economia sólida, de próspera oferta de emprego ou de boas condições de vida. Tudo isso é passageiro. Como a erva que morre e ninguém se lembra.

O cristão não baseia sua esperança aqui e agora, pois sua herança está reservada nos céus. Não é de se admirar que uma das primeiras conclusões a que chega filho de Deus é que nada neste mundo pode lhe oferecer alegria, satisfação e regojizo, pois sua fonte está nos céus. Ele considera de imediato quão fútil e desprezível é este mundo.

LEIA a Série completa AQUI

Anúncios

Sobre Blog do Lino
Sou filho de Deus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: