Comentário de João 14:21-26 – Bispo Ryle ( 1816 a 1900)


Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele. Disse-lhe Judas (não o Iscariotes): Senhor, de onde vem que te hás de manifestar a nós, e não ao mundo? Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada. Quem não me ama não guarda as minhas palavras; ora, a palavra que ouvistes não é minha, mas do Pai que me enviou. Tenho-vos dito isto, estando convosco. Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.  (João 14:21-26)
Nesses versículos nos é ensinado que a maior prova de amor para Cristo é o guardar seus mandamentos.
O verdadeiro crente não é o que pode dissertar longamente e 0com clareza sobre matérias religiosas, mas sim aquele que obedece a vontade de Cristo e segue no caminho da justiça. Os bons sentimentos e os bons desejos são inúteis se não acompanhados das boas ações. Ainda mais, podem até ser prejudiciais à alma, já que a consciência , satisfeita com elas, não se apercebe da falta das obras essenciais. Impressões passivas, isso é, impressões que não conduzem a ação, paralisam e matam o coração. A vida e os feitos são os que manifestam se determinada pessoa possui ou não a graça. O homem, que está verdadeiramente iluminado pelo Espírito, seguirá uma vida santa. Um ansioso cuidado sobre nossa índole, nossas palavras, nossos atos, um esforço constante de ajustar nossa conduta aos preceitos do Sermão do Monte – aqui estão as melhores provas de que amamos a Cristo.
Mas é preciso não torcer o significado desse pensamento. Não vamos supor que se guardamos os mandamentos do Redentor não fazemos por isso mesmo merecedores da salvação. Nossas melhores obras estão repletas de defeitos. Quando tenhamos feito tudo o que esteja ao nosso alcance, seremos ainda “servos débeis e inúteis“. “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; … Não vem das obras” Efésios 2:8
Porem, enquanto defendemos uma verdade não devemos esquecer outra. A fé em Jesus Cristo deve ir acompanhada da obediência para sua vontade. O que o Mestre uniu não é dado ao discípulo separar.
Nesses versículos também nos é ensinado que existem galardões reservados para os que amam a Cristo e manifestam esse amor por meio da obediência a seus preceitos. Tal, pelo menos, parece ser o significado das seguintes palavras que nosso Senhor disse: “e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada“.
Desde já se compreende que o entendimento humano não alcança abranger todo o significado dessas profundas palavras. Mas não devemos vacilar em crer que a santidade de vida traga muitos bens, e que aquele acha mais gozo em sua vida religiosa como Enoque e Abraão, se aproxima mais a Deus. A maior parte dos cristãos ignoram quanto pode se participar na terra da bem-aventurança do céu “O segredo do SENHOR [é] com aqueles que o temem; e ele lhes mostrará a sua aliança” (Salmo 25:14). “Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em [sua casa], e com ele cearei, e ele comigo” (Apocalipese 3:20).
Ensinamos, por ultimo, nesses versículos, que parte da obra do Espírito Santo é nos ensinar e relembrar. Está escrito “Consolador, o Espírito Santo… esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.”
Restringir, como alguns fazem, essa promessa aos onze discípulos, é um modo mesquinho e pouco satisfatório de interpretar as Escrituras. É mais prudente e mais harmonioso com o caráter do último discurso de nosso Senhor, aplicar a promessa a todos os crentes, em todas as partes do mundo. Nosso Senhor sabe como é grande, por natureza, nossa ignorância e nosso descuido sobre as coisas espirituais; por isso Jesus nos prometeu que quando partisse desse mundo não faltaria a seu povo quem lhes ensinasse e lhes trouxesse a memória as verdades eternas da religião.
Se temos convicção  de que somos ignorantes no espiritual, e de que só conhecemos em parte – se desejamos entender com mais claridade as doutrinas do Evangelho, imploremos diariamente a ajuda do Espírito que ilumina. Ele pode iluminar nosso caminho e aplanar todas as dificuldades.
Se nossa memoria é defeituosa na recordação das coisas espirituais; se esquecemos com facilidade o que lemos e ouvimos sobre os preceitos e doutrinas da religião, oremos diariamente implorando o auxilio do Espírito Santo.  Ele pode trazer a nossa memoria toda verdade espiritual, todo dever religioso, e prepara-nos para a pronuncia de toda boa palavra e a execução de toda boa obra.
NOTAS: João 14:21-26
vers.22 Disse-lhe Judas (não o Iscariotes) Judas, autor de uma das Epistolas, irmão de Tiago, foi o que falou nessa ocasião. Em outras passagens, se lhe apelida Lebeo e Tadeu. Como na epistola ao Gálatas se diz que Tiago era irmão de nosso Senhor, claramente se deduz que deve ter ter parentesco entre Judas e nosso Senhor: talvez fossem primos.
vers. 23 viremos para ele, e faremos nele morada O sentido dessas palavras é místico. A verdade que estão leva é experimental; só podem conhecê-la os que a sentiram em seu peito.
____________________
Tradução: Armando Marcos

Los Evangelios Explicados

Volumen Segundo, Juan
J.C. C Ryle
Libros CLIE
Galvani, 115, Terrassa (Barcelona)
Anúncios

Sobre Blog do Lino
Sou filho de Deus.

One Response to Comentário de João 14:21-26 – Bispo Ryle ( 1816 a 1900)

  1. A Paz do Senhor Jesus,
    Mas uma excelente matéria do Blog do Lino, essa é para guardar nos manuscritos.

    Roberto Schuindt.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: