Conselhos para uma vida cristã frutífera


Gostaria de fazer algumas sugestões àqueles que encontram-se confusos quanto à forma de administrar suas agendas e a própria vida. É comum encontrarmos líderes perturbados quanto ao que devem fazer quando o tempo não é suficiente para executarem tudo o que gostariam de realizar. De igual modo, temos conhecimento de pessoas que estão perdendo os melhores anos de sua existência por não trabalharem à luz de certos princípios que são conducentes a uma vida eficaz. Permita-me tratar do que talvez você já tenha ouvido falar, mas que mesmo assim é bom lembrar:

1. Dedique-se ao que você ama. Faça aquilo cuja lembrança lhe trará alegria no final da sua vida, ou, o que caso não seja realizado por você lhe trará desgosto.

2. Consagre-se ao que você faz bem. Procure priorizar a obra que relaciona-se a vocação da sua vida e que se tornou evidente mediante os talentos que Deus lhe concedeu.

3. Cumpra o que é prioritário. O prioritário é justamente aquilo que relaciona-se aos valores inegociáveis da sua vida, à sua vocação e à sua paixão.

4. Delegue o que puder. Não faça o que outros podem fazer no seu lugar. Não seja centralizador. Viabilize os sonhos dos seus liderados.

5. Entenda que você não realizará nada na vida que seja de grande valor sem que isto lhe custe caro. Você terá que renunciar a muito. Seu sonho deverá exercer um efeito purificador sobre a sua vida. Ser disciplinado, correr riscos e abrir mão do pecado que inevitavelmente tornará sua vida estéril, são condições indispensáveis para uma vida de serviço eficaz no reino de Deus.

6. Faça todas as coisas com excelência.

7. Evite olhar apenas para os recursos de que dispõe. Creia no Deus que pode pegar os seus cinco pães e dois peixinhos e alimentar uma multidão.

8. Procure a todo o custo não convidar ninguém para trabalhar contigo com base em intuição. Conheça quem você está convidando. Seja lento para contratar e rápido para demitir. O Investimento em preguiçosos e carnais representa péssima mordomia dos recursos de Deus, e, dinheiro e tempo que estão deixando de ser investidos em quem gosta de trabalho duro e vida reta.

9. Ore antes de decidir, e, assim, conte com a bênção de Deus, em vez de decidir antes de orar e depois suplicar pelo êxito do seu empreendimento.

10. Procure não tomar em hipótese alguma decisões que vão alterar significativamente o rumo da sua história sem buscar conselho com gente sábia e santa.

11. Evite se cercar de gente que só lhe diz sim. Não fique cercado apenas de “Yes Men”.

12. Creia na graça divina. Não permita que suas imperfeições o tornem tímido na obra de Deus. Jamais agasalhe o pecado no seu coração, mas não espere perfeição de vida e propósitos para fazer alguma coisa para Deus. Ele haverá de usá-lo apesar de você. Se você é pregador, suba ao púlpito sussurrando: “Eu creio na graça de Deus, eu creio na graça de Deus, eu creio na graça de Deus”.

13. Procure se precaver da mentalidade do grupo a que você pertence, ou, pessoas com quem anda. Ter companheiros de caminhada é essencial. Mas saiba que toda uma forma patológica de administrar a vida e ver o mundo podem estar presentes entre estes amigos que você tanto ama. Tenha contato com os diferentes.

14. Saiba que Deus não precisa de ajuda. O que ele pede é que você se coloque em suas mãos. Tão somente isto. Para botar telhado na igreja, comprar aparelhagem de som ou adquirir uma rádio, você não precisa negociar princípios. Não peça que a irmã enferma creia na cura da sua enfermidade ou nos propósitos ocultos de Deus no sofrimento, se você não tem fé para avançar no seu ministério continuando a crer que os fins não justificam os meios.

15. Abomine a inveja. Combata o prazer secreto de ouvir más notícias sobre pessoas que prosperaram mais do que você. Evite como praga fazer parte de rodas cujo assunto é a vida de pessoas cujo sucesso faz você e seus amigos adoecerem. Cuidado com a inveja profissional. Hoje em dia é mais fácil a Baía de Guanabara secar do que alguns líderes lavarem os pés dos irmãos, fazendo o papel de coadjuvantes na obra de Deus.

16. Lute por ser salvo do Brasil. Há neste país toda uma cultura que está por trás da nossa miséria e atraso. Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje, abomine a lei do Gerson (pobre jogador do Botafogo que levou injustamente o nome deste mal cultural), ame os estudos, seja pontual, deteste a sujeira, corte os “gatos”, não converse com as pessoas encostado na parede , não seja mentiroso, planeje antes de executar, não se orgulhe de improvisar as coisas, entre outros tantos males mais que têm mantido em cativeiro todo um povo.

17. Refrigere o seu ambiente de trabalho (se tiver recursos para tal). Calor e desenvolvimento intelectual não combinam. Não há nação desenvolvida em torno da Linha do Equador. Se você acha que estou exagerando, leia Gilberto Freyre e David Landes (Universidade de Harvard)e seus trabalhos sobre a relação do clima com o desenvolvimento dos povos.

18. Leia, leia e leia. Calças são importantes, mas livros muito mais. Mas lembre-se que muita soberba e pouca erudição resultam de leituras apressadas (ambas as frases são de Spurgeon). Não posso me esquecer: leia o essencial. Evite conhecer as obras clássicas de tabela. Não gaste tempo com leitura descartável. Você não terá tempo de vida suficiente para ler tudo. Seja seletivo. Cuidado com o pecado do excesso de especialização. Vivemos nos dias de hoje em ambientes intelectuais em que o sujeito se torna especialista em “Araribóia em seus primeiros anos de vida em Niterói” (e olhe que eu moro em Niterói) e não sabe mais nada sobre o resto. Impressiona-me o número de médicos, economistas, advogados, entre outros, que são ignorantes quanto à áreas fundamentais do conhecimento humano. São raras as pessoas verdadeiramente cultas, capazes de pensar por associação de idéias provenientes de campos diferentes de conhecimento.

…pensou que acabou? Tem mais….

 

Aqui vai mais uma lista de princípios que julgo imprescindíveis para que vivamos uma vida que produza fruto. Sei que não dependemos de desempenho para sermos amados por Deus, contudo, viver de uma tal maneira que pessoas vivam melhor por meio da nossa vida, e, assim, o nome do nosso Deus seja glorificado, é algo desejável. Se não faz com que mereçamos o amor de Deus, é uma boa forma de expressarmos nossa gratidão pela obra da sua graça em nós. Vamos lá:

 

19. Viva como quem sabe que um dia haverá de prestar contas ao justo juiz do universo. Pense na chegada deste grande dia. Sua realidade é uma exigência da razão. É inconcebível que no fim da história não haja diferença entre ter vivido uma vida de serviço ao próximo e a Deus, e haver vivido uma vida imersa no egoísmo. A santidade de Deus exige que ocorra um dia o estabelecimento pleno da diferença entre ser justo e injusto. Tenha como meta da sua existência não chegar diante do trono da graça de mãos vazias.

 

20. Repila das suas atividades a intenção de viver para responder pessoas, despertando em seus corações inveja quanto à sua vida. Tem gente que se esgota no trabalho, faz o que Deus nunca pediu, matricula-se em cursos de que não carece, entre tantas outras iniciativas mais, tão somente, para mostrar para alguém ou para um certo grupo o seu valor como pessoa. Que desperdício! Deus não cobrará jamais de você o não haver correspondido às exigências dessa gente ou não ter vencido a competição da performance. O que ele pede de você e de mim é que vivamos para agradá-lo, mesmo que isto represente menos diplomas, igrejas abertas, dinheiro ganho e fama alcançada.

 

21. Tenha como dia perdido aquele em que você não buscou a face de Deus em oração e comunhão com a sua Palavra. A melhor parte da vida é estar na presença de Deus.

 

22. Separe um amigo com o qual você possa abrir o seu coração regularmente. Não administre, especialmente, suas tentações sozinho.

 

23. Creia que o novo pode se iniciar de um modo súbito e surpreendente em sua vida. Hoje, a graça de Deus pode vir sobre você e torná-lo um ser humano mais bonito. Nunca permita que a vida o leve a crer que as coisas cristalizaram de tal maneira na sua vida que não há mais esperança de transformação. Aqui vai uma dica: sempre que este sentimento de desesperança o acometer, saiba que é do inferno. O Espírito Santo nunca trabalha dando-nos a impressão que todas as portas estão irremediavelmente fechadas.

 

24. Viva o presente. Não permita que os remorsos, nostalgia e frustração referentes ao passado, ou, o medo e ansiedades referentes ao futuro, o impeçam de viver o presente.

 

25. Ame seus inimigos. Desenvolva a habilidade de transformar opositores em amigos.

 

26. Perdoe. Quando não perdoamos colocamos o objeto da nossa amargura dentro de um cárcere, sendo que o carcereiro somos nós.

 

 

Autor: ANTÔNIO C. COSTA

 

 

 

 

 

Anúncios

Sobre Blog do Lino
Sou filho de Deus.

2 Responses to Conselhos para uma vida cristã frutífera

  1. Mais uma boa matéria do Blog do Lino.

    Mas tá com uma cara de sono no perfil(rs.).

  2. Pingback: Conselhos para uma vida cristã frutífera « Palavras de um Cranudo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: